sexta-feira, 17 novembro 2023 07:25

PCA dos CFM anuncia participação da equipa na Liga Africana de Basquetebol Feminino

Melhor presente não poderiam ter às atletas e "coachs" do Ferroviário de Maputo pela conquista, terça-feira, da Liga Sasol de Basquetebol sénior feminino. É que, com o modo festivo ainda activo e alegria a correr nas veias, o presidente do Conselho de Administração da Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), engenheiro Agostinho Francisco Langa Júnior, anunciou uma boa nova: Ferroviário de Maputo vai participar da edição de estreia da Liga Africana de Basquetebol.
PCA e as campeas nacionaisO convite enderaçado pela FIBA-África para que o campeão nacional de basquetebol sénior feminino, na sua versão 2023, possa englobar o número de 12 equipas que vão marcar presenca no Cairo, Egipto, abriu espaço para que os Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) criassem as condições para o Ferroviário de Maputo ir discutir o título num certame em que já foi campeão em 2018, em Maputo, e 2019, precisamente no Cairo, Egipto.


Falando esta quinta-feira na homenagem às campeãs nacionais, numa cerimónia havida no salão do CFvM, Agostinho Francisco Langa Júnior enalteceu ainda o desempenho do grupo de trabalho para que esta colectividade voltasse a erguer o troféu e, acima de tudo, recuperasse a veia ganhadora que a agremiação carrega.
"(...) Vamos continuar a investir, queremos investir a sério neste sentido. Mas, também, queremos, queridas campeãs, voltar a esta sala ou outra maior no próximo ou, provavelmente, na Presidência da República, recebermo-vos como campeãs africanas. Nós, CFM, vamos investir muito em vocês neste sentido. Percebi que há aqui um défice de altura e, se precisarem da minha altura, eu posso vos oferecer. Comecem, a partir de amanhã 'mister', direcção, a trabalhar neste sentido de a taça africana de volta para Moçambique e de volta para o Ferroviário. Não vai ser por falta de apoio dos CFM que vocês não serão campeãs. Nós prometems ao Ferroviário da Beira que faremos tudo que estivesse ao nosso alcance para eles jogarem as próximas competições africanas de futebol lá", anunciou o presidente do Conselho de Administração da Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique perante um coro de palmas.
O Ferroviário de Maputo conta, no seu galarim, com oito títulos de campeão nacional de basquetebol sénior feminino conquistados em 2006 (o primeiro, em Quelimane), 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2022. Há ainda títulos maiores como a Taça dos Clubes campeões africanos, ambos com vitórias sobre o Interclube de Angola. Estes troféus foram conquistados num contexto desafiante, até porque, contrariamente aos seus adversários, o CFvM não conta com um pavilhão gigantesco. E pensar mesmo no futuro das modalidades de salão, dando cada vez mais impulso às infraestruturas, há um projecto de construção de um pavilhão próximo ao Estádio da Machava. Este dado foi lançado também por Agostinho Francisco Langa Júnior.
"A vocês não por posso prometer para o próximo um pavilhão, mas quando visitámos o Estádio da Machava, que vai entrar em obras dentro de dias, onde fomos acompanhados pelo Secretário de Estado de Desporto, e em concertação com o Governo, vamos construir naquela zona um pavilhão. Quem já jogou em Kigali? Ent ão vocês conhecem aquele pavilhão. Vamos trabalhar todos neste sentido, mas para isso é preciso trazer taças. Se não trouxerem, não vale a pena fazer um pavilhão daqueles ou investir. Repito, não prometo para próximo ano mas vamos trabalhar neste sentido. Quem é maior que o Ferroviário em Moçambique? Ninguém. Quem é maior que o Ferroviário em termos de infraestruturas em África? Ninguém", frisou.
Júnior recordou que os ferroviários devem carregar sempre consigo o espírito vencedor, o que, na sua óptica, vai dar sustento ao investimento maior por parte dos CFM. "Dissemo que, se os nossos ferroviários não forem ganhadores, não valia a pena os CFM continuarem a investir no desporto. Era dia de tomada de posse da direcção do Ferroviário de Maputo, mas a mensagem era para todos os ferroviários. Felizmente, há duas semanas, fomos campeões nacionais de futebol, Moçambola. Há dois dias, fomos campeões nacionais de basquetebol sénior feminino. Eu acredito que ainda temos uma taça para receber. Há um Ferroviário que ainda vai ser campeão nacional de basquetebol sénior masculino. Não sei se será de Maputo ou da Beira", brincou, para depois concluir o seu fio de raciocínio. "É que a nossa meta é colocarmos os ferroviários na mó do desporto moçambicano. Queremos ter a hegemonia do desporto moçambicano por tudo aquilo que nós fazemos. Por tudo aquilo que os trabalhadores dos Caminhos de Ferro investem. Eles dão o seu suor nas linhas ferreas, nos comboios, nos portos e contribuem para o desporto moçambicano. Por isso tudo, nós queremos ser os primeiros ao nível do desporto em Moçambique."

Read 1998 times

Participe de todos os jogos e torne-se um verdadeiro adepto.

Saiba mais

Galeria de Fotos

Palmarés

  • Campeonato nacional futebol masculino

    10

    Campeonato Nacional Futebol Masculino

  • Taça de Moçambique

    6

    Taças de Moçambique

  • Campeonato Nacional de Hóquei

    13

    Campeonato Nacional de Hóquei

  • Campeonato Nacional de Basquete

    6

    Campeonato Nacional de Basquete Feminino

  • Campeonato Regional

    3

    Campeonato Regional

  • Campeonato nacional futebol feminino

    5

    Campeonato Nacional Futebol Feminino

  • Campeonato Nacional de Basquete Masculino

    3

    Campeonato Nacional de Basquete Masculino